Testamos o CT200h, o híbrido de luxo da Lexus

0
32

Que a Lexus é referência em design e sofisticação todo mundo sabe, mas o CT200h, talvez por ser o mais barato da marca, foge um pouco do padrão da montadora. Não podemos dizer que o carro é feio, mas não tem as linhas de expressão e design da marca japonesa.

A Lexus faz parte da Toyota, e no Espirito Santo ela é representada pela Kurumá Toyota. E foi lá que fomos conhecer e avaliar o modelo.

Como falamos anteriormente, o modelo destoa em parte do desenho da Lexus, mas mantém toda qualidade e acabamento Premium da marca. O CT200h, pelo seu formato e altura tem todas as características de um digno esportivo.

O modelo é bem equipado, vem com ar condicionado digital de duas zonas, direção elétrica, central multimídia, 8 airbags, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, acesso e partida sem chave e retrovisores rebatíveis eletricamente.

Foto: Divulgação.

O híbrido da Lexus compartilha a base mecânica do Prius (Toyota), composta por um motor a combustão de 1.8 litros e 99 cavalos, e outro elétrico, que gera o equivalente a 82 cv. Somados, eles proporcionam 136 cv e 21 kgfm de torque ao hatch de 1.465 kg.

Há quatro modos do motorista guiar o CT200h, em todos eles o sistema híbrido aciona o motor elétrico quando necessário, sem a intervenção do condutor. Se a ideia é melhorar o consumo, basta girar o seletor para a esquerda. Dessa forma se aciona o modo ECO.

No modo econômico e com o bom senso do motorista de pisar moderadamente no acelerador, o sistema busca empurrar o carro apenas com o motor elétrico. É possível chegar aos 40 km/h utilizando somente a eletricidade. Em velocidades mais altas e com cargas maiores, o motor a gasolina é acionado.

Na cidade, onde o motor elétrico é acionado com maior frequência, o hatch pode chegar a média de 15km/l.

No modo Sport, os dois motores são acionados, para gerar o máximo de potência e torque para o hatch. Além disso, o quadro de instrumentos muda, saem o indicador de consumo ou regeneração de energia e a iluminação azul, para dar lugar a luz vermelha e um conta-giros convencional.

No modo normal, o modelo busca o equilíbrio entre o Sport e o ECO, usando o motor auxiliar quando a solicitação por velocidade aumenta. No último modo, EV, o carro só se move usando o propulsor elétrico. Porém, a autonomia é limitada, já que depende do nível de carga da bateria.

a1

Foto: Divulgação.

O Visual do CT200h é bem invocado, traz um aspecto bem esportivo. Por dentro o condutor se ajusta bem ao banco, que é bem baixo deixando o motorista com tudo ao seu redor. O painel é bem equipado e muito bonito.

A central multimídia é operada por uma espécie de mouse, localizado abaixo da alavanca de câmbio. Seu funcionamento poderia ser mais interativo, sobretudo se a tela de 8 polegadas fosse sensível ao toque. Porém, a central multimídia é polivalente. Ela possui, além do rádio e CD player, DVD player, TV digital e exibe imagens da câmera de ré, coordenadas do navegador e informações de climatização da cabine.

O som usa sistema da Panasonic, tem 10 alto-falantes e 2 tweeters que faz jus a qualidade Lexus. O acabamento acompanha o alto padrão com muito couro e alumínio espalhado pela cabine.

Com o recente anúncio da redução do imposto de importação para veículos híbridos sem recarga e com motores entre 1.0 e 3.0 litros, o CT200h acabou beneficiado.

O CT200h não concorre com o Prius, por ser de um padrão mais elevado, e também não faz frente ao Ford Fusion Hybrid, que é muito maior.

O Lexus CT200h está na casa dos R$ 150 mil e pode ser encontrado na concessionária Kurumá Vitória.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here